13/06/2018 - 02h40

Mais conservadora, geração Z não enfrenta os pais e quer carteira assinada

Fonte: Universa 
 
Ao contrário dos millenials --conhecidos por preferirem empregos menos convencionais à estabilidade-- a geração Z (nascidos entre 1995-2010) é bem mais conservadora quando os assuntos são trabalho e consumo. Esses jovens também preferem evitar confrontos com a família.
 
“Mais de 78% deles pensam duas vezes antes de comprar e 70% acham importante ter emprego com carteira assinada", diz Tracy Francis, sócia sênior da Mckinsey, empresa americana de consultoria empresarial que realizou um estudo sobre o tema com cerca de 2.300 jovens.
 
A pesquisa realizada pela empresa com jovens nas cidades de São Paulo, Recife e Rio de Janeiro mostra que a geração Z valoriza o diálogo acima de tudo. “Os millenials queriam desconstruir as coisas. A geração Z foge do embate", afirma Tracy. De acordo com o estudo, 54% dos pesquisados evitam o confronto com a família e 73% escuta e respeita opiniões diferentes.
 
O interesse em economia colaborativa e reaproveitamento de bens também é um dos traços dessa geração. A geração Z, que representa 20% da população atual do Brasil, prefere comprar o "acessos a comprar bens". "Também costumam reaproveitar. 68% já usou roupas de segunda mão", explica a executiva.
 
"Uma coisa interessante é que na geração Z as escolhas de consumo não diferem tanto de acordo com as classes sociais dos entrevistados. Pessoas de classes sociais diferentes querem as mesmas coisas”, explica Tracy. 
 
Apesar de serem liberais sobre temas como casamento gay e adoção de crianças por casais homossexuais, só 33% dos entrevistados é a favor da descriminalização da maconha.  Além de serem favoráveis à causas LGBTQ e feminismo, eles costumam militar pelos direitos que consideram importantes. 53% deles se considera militante defende toda causa ligada a identidade de pessoas, sendo 61% militam por raça/cor, 35% LGBTQ+ e 34% feminismo.
 
Os dados completos do estudo serão apresentados nesta quarta, 6,  por Tracy Francis no Wired Conference Retail, evento de tecnologia que reúne grandes marcas do varejo.
 
Imprimir Indique esta notícia Comente

« Voltar